GRUPO DE APOIO PSICOPROFISSIONAL

Quem somos


GAP

O Grupo de Apoio Psicoprofissional – GAP, desenvolve o Programa de Apoio Psicoprofissional na cidade de Guarulhos/SP, e tem como objetivo principal colaborar com a reestruturação psicológica dos cidadãos sem emprego ou renda, por meio de intervenções que possibilitem identificar e minimizar os impactos psicológicos dessa situação.

O objetivo geral do Programa é promover a reestruturação psicológica de homens e mulheres sem renda, detectando e reduzindo os impactos que sofrem na esfera individual e nos âmbitos familiar e social, com intervenções que buscam restaurar a motivação interna e com isso potencializar os recursos disponibilizados pelo poder público.

A proposta foi implantada em março 2002 nas dependências do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região, fruto da determinação de apoio social que já se tornou marca registrada da entidade, constatada a partir de outros importantes projetos sociais que o mesmo incentiva.

Em 2003, pesquisa científica desenvolvida por alunos da Universidade Paulista – UNIP/ São Paulo (leia aqui), já apresentavam resultados favoráveis ao desenvolvimento do Programa. A seguir, as pesquisas documentadas pelo GAP confirmaram que efetivamente houve amenização de conflitos psicológicos, reestruturação psicológica considerável, aumento da motivação pela busca do emprego e, no prazo de um ano, 76% dos participantes haviam se inserido no mercado de trabalho.

Em julho de 2009 o Grupo passou a ser uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), com o intuito de habilitar-se a novos incentivos e patrocínios.

A partir de 2010 o SENAI encampou a proposta do GAP, tornando-se o principal apoiador financeiro, proporcionando assim a expansão de suas atividades, permitindo uma maior divulgação a partir da elaboração de materiais didáticos e de propaganda, aumentando portanto o público. 

 

O que fazemos

Realizamos atividades que abrangem principalmente grupos de desempregados. As atividade nesses casos são voltadas para a identificação dos conflitos emocionais momentâneos, de características pessoais e de crenças e comportamentos que podem ser alterados.  Também proporcionamos o acesso a conhecimentos específicos, úteis às escolhas profissionais, ao próprio processo de seleção e à descoberta de perfis empreendedores.          

Ministramos, ainda, palestras e cursos profissionalizantes rápidos e básicos, que contribuem para a prestação de serviços autônomos, com o intuito de que os participantes possam obter renda imediata. 

Nossa proposta agrega caráter inédito às políticas brasileiras de enfrentamento do desemprego, com intervenções voltadas à motivação interna do indivíduo, premissa para a potencialização dos recursos governamentais que são disponibilizados.

Intervenções

A falta de trabalho remunerado abala e impede a plena cidadania, gera conflitos emocionais, sofrimento, exclusão social e marginalização.

A inserção no mercado de trabalho é fator fundamental de integração social e econômica. Sua ausência ocasiona propensão à desvinculação social, sentimento de inutilidade, podendo levar o indivíduo ao adoecimento físico e psíquico.  

A partir dessas situações o desespero pode levar o indivíduo a atitudes impensadas, torná-lo propenso ao abuso de medicamentos, álcool e drogas, via de regra podendo leva-lo ainda a praticar delitos com recompensas e soluções imediatas, situações que desencadeiam círculo vicioso, gerando instabilidade social e sobrecarregando as áreas de saúde e segurança no País.

As intervenções do GAP são focadas nas implicações psicológicas do desemprego e no cuidado com o homem em momentos vulneráveis, valorizando sua dignidade como elemento integrador da personalidade e indispensável à condução eficiente da própria vida.

 

Metodologia

O Programa é composto por três módulos com inúmeros temas, dentre outros, aqueles relacionados aos conflitos emocionais, à saúde, à identidade, às metas gerais e específicas, à escolha da carreira profissional, ao planejamento, às informações úteis ao processo de seleção profissional, e às ações que efetivamente podem levar à superação da crise do desemprego.

Cada módulo pode ser desenvolvido separadamente, sem perda do conteúdo essencial, possibilitando portanto uma oscilação quanto a presença em todas as atividades.

Os encontros são coletivos e o questionário inicial possibilita a coleta de dados pessoais, familiares e profissionais, importantes para a composição do perfil do participante e para a elaboração das estatísticas do Programa.  No mesmo instrumento são formuladas perguntas que possibilitam a percepção básica do estado psicológico que o indivíduo apresenta.    

No decorrer das atividades são utilizados recursos audiovisuais, aplicadas dinâmicas individuais e em grupo, por profissionais habilitados e com o apoio de equipe treinada de voluntários, formada de pessoas já beneficiadas pelo Programa, o que demonstra sua eficácia e sustentabilidade. 

 

Missão, Visão e Valores

Missão

Apoiar indivíduos sem trabalho e renda, com intervenções que possibilitem acolhimento, aprendizado e reestruturação psicológica. 

Visão

Ser agente e referência para transformações sociais que atraiam prosperidade.

Valores

Dignidade, ética, iniciativa, respeito e tolerância.